Para se iniciar a Ordem Jedi é necessário passar por uma iniciação que ensinará todos os segredos para se tornar um Jedi. Consequentemente, o ajudará a ingressar em um clã, por isso, é fundamental saber as instruções que são passadas ao Jedi Iniciado. Jedi Iniciado Para o Jedi Iniciado é necessário saber o seu lugar e considerar com sabedoria todas as instruções que seus professores passam. E a primeira instrução são os horários que devem ser obedecidos. Pelas manhãs lhe serão ensinados uma sessão de história e política, ao meio-dia e a tarde, treinamento físico. Além disso, os Younglings (termo usado para chamar os jedis iniciados sem determinar sua espécie) terão cinco sessões de meditação diárias. Contudo, os Younglings precisam passar por um processo para designa-los a uma família interna, conhecida como clã. Essa família irá cuidar de cada um durante a infância. Desse modo, irá ajudá-los a encarar os desafios, e a aprimorar suas habilidades. Principais Clãs Urso  Conhecida como a família mais valente, o clã mostra que nenhum inimigo é apavorante o bastante para derrotar um Jedi. Altamente tenaz, os Jedis desse clã são teimosos e insistentes, e nada os farão recuar a não ser eles queiram. Katarn Esse clã usa a Força como proteção ao seu redor, o que os torna ocultos e furtivos, sem serem detectados com facilidade. Bergruufta Lealdade é a parte fundamental de seus membros. Caminho nenhum é escuro demais para seus corações iluminados. Squall Esse é clã que mantem seus je...
Como todo amante da saga de Star Wars, é natural desejar se tornar um Jedi poderoso. Sendo assim, fizemos um artigo para mostrar um pouco de toda essa mitologia que George Lucas aprimorou desde do seu lançamento, aprendendo com o código de honra da Ordem Jedi. E como muitos mestres falam, o treinamento de Jedi (a Força) nunca acaba, e tornar-se natural aprender cada vez mais sobre esses ensinamentos. Os preceitos para se tornar um Jedi Mesmo a formação evoluindo ao longo dos milênios, os preceitos nunca morrem. Até porque eles explicam com exatidão como deve ser a relação do Jedi com a Força. Primeiro Preceito: Não há emoção, há paz. Considerado o princípio que norteia toda a meditação, e que reafirma como um Jedi age sobre suas ações e dos demais. Segundo Preceito: Não há ignorância, há conhecimento. Um dos preceitos mais importante, é fundamental que todo jedi o entenda que sem conhecimento há medo, e o medo é o caminho para lado negro. Terceiro Preceito: Não há paixão, há serenidade. Esse preceito é o lembrete sobre agir com paixão e as relações pessoais que não podem existir. Nunca suas ações pessoais devem privilegiar a sua missão. Quarto Preceito: Não há caos, há harmonia. Todo jedi precisa enxergar os fios que unem as formas de vidas, caso contrario verá a vida como algo sem sentido e sua existência como algo aleatório. Quinto Preceito: Não há Morte, há a Força. Todos os seres vivos desempenham papeis que ultrapassam suas compreensões. E como os seres vivem a sombr...
Origem do Pantera Negra Conhecido como o primeiro super-herói negro do mundo, o Pantera Negra tem um legado como ícone cultural. Ele alavancou muitos personagens negros depois de sua aparição, como: Falcão, Luke Cage e John Stewart, que conquistaram seus próprios legados em histórias muito populares na atualidade. Antes do Pantera Negra, os personagens negros nos quadrinhos pareciam resignados a ficar em segundo planos, jamais figurando como protagonistas. Isso é claro, com exceção de Waku, o Príncipe de Bantu. Sendo um excepcional guerreiro, ele foi criado em 1954 na falecida Atlas Comics com o pistoleiro Lobo, um habilidoso atirador que enfrentava bandidos no velho-Oeste. Ambos não tinham superpoderes, apenas uma forte convicção dos seus ideais heroicos. Basicamente, o Pantera Negra é um “Capitão América negro”, e assim como Steve Rogers, ele é a personificação dos ideais de um povo. Os Wakandanos vivem acreditando em sua força. Desse modo, o Pantera surgiu com a concretização do potencial dessa pátria que nunca foi conquistada. E essa independência do povo de Wakanda, somada a sua alta tecnologia, deve ser irritante para os países conquistadores do novo mundo. Wakanda foi criada no meio da África, um paraíso tecnológico e ecológico, que comparado ao resto do mundo, parece primitiva. Sendo um lugar que não pode ser comprado, já que ninguém nunca os colonizou, muito menos os compraram por algumas somas de dinheiro, é liderado pelo Pantera Negra – um guerreiro que é ...
Sendo o super-herói mais antigo já criado, o Super-Homem sempre foi um grande ícone na cultura pop. Ele também foi o primeiro a ter uma revista intitulada com seu nome Superman #1, e com esse título ele criou um legado de justiça. Criado em 1938, o Homem de Aço fez sua primeira aparição na revista Action Comics #1, que surgiu como marco para histórias em quadrinhos americanas de super-heróis. Sendo uma legnda, é considerada hoje o item mais valioso para os colecionadores. A revista tinha o Super-Homem carregando um carro e deixando as pessoas aterrorizadas. O quadrinho mostrava que a identidade secreta do personagem seria de suma importante no decorrer das edições.     Enquanto Jerry Siegel e Joe Shuster tornavam-se amigos, algo inesperado aconteceu. Eles não esperavam que dessa união surgiria uma amizade sólida e que proporcionaria os melhores conteúdos para época. Os primeiros esboços surgiram em 1933, com a criação de um personagem que havia sido usado em alguns experimentos. A partir disso, começou a ter habilidades mentais, que desejava usar para dominar o mundo. Sim, o Super-Homem era o vilão. Entretanto, felizmente, a fanzine com o nome de The Reign of Superman, não deu muito certo.  Posteriormente, em 1934, o conceito de Super-Homem mudou e surgiu um homem que desejava lutar ao lado do bem. Porém, ninguém aprovou a ideia. Desse modo, o projeto de um Super-Homem integro e corajoso só foi aceito em 1938 pela National Periodical Publications, que os convido...
Como um dos maiores heróis da DC Comics, o Batman tem uma galeria de vilões icônicos e famosos. Mas já que, quem faz um herói ser um herói são os vilões que ele acaba adquirindo durante sua jornada, não deixe de conferir essa pequena lista com as origens desses super vilões. Pinguim Um inimigo frequente nos quadrinhos do Batman, o Pinguim é conhecido por ser um amante das aves. Usando um guarda-chuva altamente tecnológico como arma, esse personagem é um criminoso muito habilidoso. Antes de entrar para o mundo do crime, Pinguim era chamado de Oswald Chesterfield Cobblepot. Sendo uma criança que sofria bullying por ter uma baixa estatura e ser gordo, ele ainda tem um nariz em forma de bico. O fascínio por guarda-chuvas se deu graças a sua mãe, que por ser super protetora, o obrigava a sempre andar com um guarda-chuva para evitar uma possível chuva torrencial, já que seu pai havia morrido por causa de uma pneumonia. O Pinguim sempre se considerou um cavalheiro. Por isso, usa sempre smoking e cartola, além de se intitular “Cavalheiro do Crime”. Sua primeira aparição foi na revista Detective Comics #58, pelas mãos do desenhista Bob Kane e pelo escritor Bill Finger em dezembro de 1941. Após anos como apenas mais um criminoso, Pinguim conquistou um lugar de destaque pelas mãos de Chuck Dixon e Doug Moench. Tornando-se dono de um clube noturno, essa nova função do personagem faz com que Batman o ature. Desse modo, o Pinguim atua como um informante sobre o que ocorre no submundo d...
Fechar