Mais do que sonhar, Rebeca Nunes mostrou para todos que nossos desejos podem ser reais. Aos 9 anos, ela é a nova bailarina do Teatro Bolshoi no Brasil. Apesar de sua trajetória estar apenas começando, essa garotinha já tem muita história para contar.  Ao lado de sua mãe, Maeli Nunes, as duas explicam como foi o início de todo esse processo. Bailarina desde cedo  “Desde que eu estava grávida, todo o dia o pai dela tocava violão a noite, e a Rebeca se mexia. Depois que ela nasceu, antes mesmo de completar 2 anos, ela pediu para ir ao balé. Entretanto, não era possível, pois ela ainda usava fraldas”, riu Maeli ao contar. Quando completou o segundo ano de vida, começou a frequentar aulas e permaneceu por um período de 3 meses. “Isso porque a professora pediu para ela se apresentar, mas eu não autorizei, devido à pouca idade que ela tinha. Conforme o tempo foi passando, minha filha insistiu no balé e, aos 6 anos, voltou a praticar.” Sendo uma bailarina nata, dançar sempre fez parte da vida de Rebeca. “Se fosse para guardar um lápis, ela iria dançando.” comenta a mãe. Treinando no Estúdio Artistas S/A em Botucatu, voltado para dança, teatro, música e cinema, a menina logo ganhou a cena. “Quando a professora a viu, disse que ela era muito pequena, já que todas as meninas do grupo na época eram dois anos mais velhas. Por fim, Rebeca fez o teste e ficou na turma.” As aulas ocorriam todas as terças e quintas e duravam cerca de uma hora. Atualmente, Rebeca frequenta as aulas todos os...
Fechar