Os contos de fadas estão presentes em livros e filmes por diversas gerações. Desde os irmãos Grimm até então, muitas versões foram surgindo e conquistando o coração de adultos e crianças. Essas histórias nos levam para um mundo mágico, onde tudo é possível. Mas será esse o único fator para as meninas serem tão apaixonadas por contos de fadas? A psicóloga e consultora Letícia Gomes Gonçalves nos explica um pouco sobre esse cenário e também a respeito da importância do diálogo entre pais e filhos na construção do pensamento sobre essas narrativas. 1) Percebemos que as crianças, principalmente as meninas, gostam de pensar que são princesas, tanto que se vestem como determinadas personagens. Por que esse comportamento ocorre? As crianças aprendem por imitação e são incentivadas a querer ser como seus personagens favoritos dos contos de fadas. Se elas assistem ou leem muito sobre princesas e príncipes, irão querer se parecer com cada um deles. Elas criam um vínculo afetivo com história de seus personagens favoritos e passam a querer fazer parte desse universo. Quem nunca cortou o cabelo como a mocinha da novela ou comprou as roupas que as famosas usam? Fazemos isso porque desejamos ser aceitos e amados por todos. 2) Muitas histórias de contos de fadas estão mudando o rumo. Percebemos que nem sempre o príncipe encantado salva a protagonista. Encontramos esse exemplo no filme Frozen, onde o amor das irmãs Anna e Elza são destaque. As questões sociais têm impacto direto sobre a mu...
Fechar