Como todo amante da saga de Star Wars, é natural desejar se tornar um Jedi poderoso. Sendo assim, fizemos um artigo para mostrar um pouco de toda essa mitologia que George Lucas aprimorou desde do seu lançamento, aprendendo com o código de honra da Ordem Jedi. E como muitos mestres falam, o treinamento de Jedi (a Força) nunca acaba, e tornar-se natural aprender cada vez mais sobre esses ensinamentos. Os preceitos para se tornar um Jedi Mesmo a formação evoluindo ao longo dos milênios, os preceitos nunca morrem. Até porque eles explicam com exatidão como deve ser a relação do Jedi com a Força. Primeiro Preceito: Não há emoção, há paz. Considerado o princípio que norteia toda a meditação, e que reafirma como um Jedi age sobre suas ações e dos demais. Segundo Preceito: Não há ignorância, há conhecimento. Um dos preceitos mais importante, é fundamental que todo jedi o entenda que sem conhecimento há medo, e o medo é o caminho para lado negro. Terceiro Preceito: Não há paixão, há serenidade. Esse preceito é o lembrete sobre agir com paixão e as relações pessoais que não podem existir. Nunca suas ações pessoais devem privilegiar a sua missão. Quarto Preceito: Não há caos, há harmonia. Todo jedi precisa enxergar os fios que unem as formas de vidas, caso contrario verá a vida como algo sem sentido e sua existência como algo aleatório. Quinto Preceito: Não há Morte, há a Força. Todos os seres vivos desempenham papeis que ultrapassam suas compreensões. E como os seres vivem a sombr...
Fechar