Ler é uma atividade que traz diferentes benefícios para a criança, porque além de estimular constantemente o cérebro, essa prática permite que meninos e meninas aprendam a argumentar cada vez mais, pois amplia o vocabulário e, por consequência, a redação. Sabemos que é importante ter uma alfabetização consolidada, entretanto, para muitos pais e mães, incentivar o hábito de leitura pode ser um grande desafio, inclusive, pelo fato de vivermos numa realidade cercada por aparelhos digitais. Por isso, nós entramos em contato com a psicóloga Letícia Gomes Gonçalves, que oferece 05 dicas que podem te ajudar quando o assunto for leitura e criança. 1) Ler é importante Segundo a profissional, é fundamental que os livros façam parte da rotina da criança desde muito cedo, pois através deles os pequenos podem ter um melhor desempenho escolar, ao mesmo tempo em utilizam cada vez mais a imaginação. “O estímulo a imaginação é o meio mais barato de viajar por uma infinidade de mundos”, comenta 2) Leia ao lado da criança Para tornar o hábito de leitura interessante, os pais precisam estar ao lado dos pequenos falando sobre a história que será lida e despertando a curiosidade a respeito do que irá acontecer nas próximas cenas. Usar a criatividade nesses momentos é importante. 3) Crie o cantinho da leitura Muitas crianças gostam de ter um lugar confortável e agradável, mesmo que seja para ler. Criar um cantinho da leitura pode ser uma boa tática, pois os livros podem ficar em locais de fácil ...
A maioria das pessoas não gosta de tomar remédio, mas entre os adultos essa prática é um pouco mais simples de ser realizada, em comparaçao com as crianças.  Por mais que os pais cuidem do filho, é inevitável que, uma hora ou outra, algum problema de saúde surja, ainda que seja uma gripe. É importante procurar um médico quando há suspeita de qualquer problema, principalmente, antes de inserir qualquer medicação na rotina dos pequenos. Após a recomendação do profissional, começa o grande desafio que muitos pais precisam encarar. Por isso, logo abaixo você encontra 05 dicas que podem te ajudar nessa situação: 1) O diálogo é importante A partir dos 4 anos, as crianças já compreendem os pais através da fala. Se o seu filho possui essa faixa etária ou mais, procure explicar para ele, de forma simples, o porque é necessário tomar aquele remédio. 2) Um copo de água Os remédios líquidos nem sempre possuem um sabor gostoso. Leve um copo de água ou suco para a criança tomar depois de engolir a medicação. 3) Misture com alimentos Alguns remédios podem ser misturados no suco ou leite. Confirme com o seu médico se é possível proceder com tal atividade e, caso seja, essa tática disfarça o gosto, principalmente entre os bebês. 4) Não Negocie A criança não gosta de tomar remédio, porém, às vezes é necessário. Seguir a medicação de forma correta é algo fundamental para a melhoria da saúde, portanto, é algo que não pode ser negociado, exemplo: “Se você tomar o remédio, ganha um doce no fim ...
Fechar