Os primeiros vilões do Homem-Aranha: Parte 1

Não há heróis sem vilões, e uma prova disso, é o Homem-Aranha. Esse personagem evoluiu de um garoto, até o homem que salva a todos em Nova York. E foram os vilões que o ajudaram a aprender seu lugar por direito como herói. Confira sobre alguns deles:

Camaleão

Camaleão

Mestre dos disfarces, como é conhecido, o Camaleão usa várias identidades e tem como profissão a espionagem. Originalmente, ele apenas usava maquiagem e figurinos elaborados, sem adição de poderes sobre-humanos. Mas com passar dos anos e com conhecimento tecnológico surgindo, isso mudou. O Camaleão conseguiu moldar um microcomputador na fivela de seu cinto, programando assim, as características faciais de quem quisesse. O computador ainda o ajuda a analisar a aparência de outras pessoas, duplicando sua fisionomia para que ele possa usar.

Esse personagem desenvolveu um ódio mortal pelo aracnídeo, pois sofreu diversas derrotas. Além disso, foi o primeiro de muitos vilões a aparecer nas revistas  do Homem-Aranha.

Primeira Aparição: Amazing Spiderman #1

Abutre

Abutre

Intelectualmente brilhante, o Abutre tem um surpreendente conhecimento em áreas como eletrônica e engenharia mecânica.  Sendo um personagem capaz de inventar as mais diversas coisas, como por exemplo, a roupa de tecido elástico. Esse traje é adaptado com asas que lhe permitem voar de forma silenciosa e natural. Também conta com uma armadura, que aumenta sua resistência e vitalidade, já que ele é um homem velho.

Adrian Toomes foi o Abutre mais conhecido nos quadrinhos e talvez o mais sanguinário, já que em suas mais diversas aparições não tinha medo de matar um personagem. Ele matou, inclusive, seu sócio Gregory Bestman, e seu amigo Nathan Lubenski, por coincidência ex-namorado de Tia May. Ambos com intuído de vingança, provavelmente seriam mais mortes, entretanto, o Homem-Aranha o derrotou em todas as tentativas de ter uma alta contribuição na carreira criminosa.

Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #2

Doutor Octopus

Doutor Octopus

Um dos mais loucos vilões do Homem-Aranha, o Dr. Octopus, esse personagem sofre de transtornos e é altamente megalomaníaco, já quase causou um superaquecimento do planeta Terra de maneira artificial.

Como todo cientista, Dr. Octopus criou aquele que seria seu mal por toda a vida, os quatro tentáculos hidráulicos. Esses braços foram inventados para manipular produtos radioativos, porém, em um acidente, eles se juntam ao seu corpo. Passando a ser algo permanente, o personagem pode contrá-los através de seus pensamentos, deixando-o muito alucinado e louco.

Apesar de mortífero e cruel, Dr. Octopus já ajudou o Homem-Aranha a se curar de um vírus mortal, criado por outros dois vilões, o que o tornou um pouco mais humanizado. Ocasionalmente, suas derrotas o fizeram idealizar a criação de Sexteto Sinistro, para derrotar o Homem-Aranha.

Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #3

Homem-Areia

Homem Areia

Criado por Stan Lee e Steve Ditko no ano de 1963, William Baker como era conhecido, teve uma infância ruim e cheia de pequenos crimes. Isso o levou a ser preso depois da maioridade, trazendo diversos prejuízos para sua vida. Ao tentar fugir de uma colônia penal, foi surpreendido por um teste nuclear em uma ilha. Nesse local, sofreu uma radiação e adquiriu a capacidade de se transformar em uma grande massa de areia.

Sempre tentando ser bem-sucedido em seus crimes, William acaba se dando mal na maioria das vezes, já que o aracnídeo sempre acaba o derrotando, o que faz ele criar um grande ressentimento pelo Homem-Aranha e, visando a possibilidade de derrota-lo, ele se filia no Sexteto Sinistro.

O Homem-Areia já participou como vilão em outras revistas, inclusive na do Hulk, Quarteto Fantástico e os Vingadores, sempre mostrando que alguns vilões fazem a diferença.

Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #4

Lagarto

Lagarto

Um dos vilões mais interessantes do Homem-Aranha, Dr. Curt Connors, como também é conhecido, era do exército e teve um dos braços amputados durante a Guerra do Vietnã. Inconformado com sua situação, passa a estudar a capacidade de regeneração que os répteis têm para que pudesse adquirir seu membro novamente. Porém, em uma dessas pesquisas, ela acaba criando uma formula química, e a injeta nele mesmo, nascendo assim, o Lagarto.

Entretanto, o Lagarto surge como um álter ego de Dr. Connors, aparecendo apenas quando passa por grandes momentos de pressão, variando muitas vezes, de momentos irracionais, onde a violência e a crueldade é extrema, até a estados que consegue manter seu intelecto e cria planos muito mais elaborados, dificultando assim, a vida do aracnídeo. O Homem-Aranha sempre tenta se conter quando enfrenta o Lagarto já que o Dr. Curt Connors é seu amigo e, durante algumas edições, ambos trabalharam juntos para tentar eliminar o Lagarto do doutor.

O Lagarto tem uma força sobre humana e capacidade de regenerar qualquer membro ou órgão perdido, além de escalar superfícies rugosas, sendo muito ágil em locomoção.

Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #6

Electro

Electro

Não muito diferente da origem dos outros vilões do Homem-Aranha, Maxwell Dillon adquiriu suas habilidades depois ser atingido por um raio, enquanto trabalhava em uma linha de energia elétrica. Ao invés de morrer com o choque, Max sobreviveu e adquiriu certas habilidades, e decidiu usá-las para o mundo do crime. Já em seu primeiro assalto a banco, Max foi supostamente confundido com o aracnídeo, pois escapou subindo por uma das paredes com suas rajadas elétricas. Para J. J. Jameson, isso foi um prato cheio, e logo considerou que ambos fossem a mesma pessoa, tentando assim, manchar a reputação do Homem-Aranha. Mas, felizmente, tudo foi esclarecido com a derrota de Electro, e Jameson apenas odiou o aracnídeo ainda mais.

Cansado de ser derrotado, ele entrou para o grupo Sexteto Sinistro, o que apenas provou, mais uma vez, que Homem-Aranha sabe o que faz.

Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #9

Confira também:

-> Os primeiros vilões do Homem-Aranha: Parte 2

-> Brinquedos do Homem-Aranha

Escrito por: Iolanda Strambek

Primeiramente, não sou desse planeta. Sou uma padawan, e luto todos os dias contra o lado negro da Força. Minha fraqueza é a kryptonita e torço para que o inverno chegue logo. Entre, puxe uma cadeira e aproveite o conteúdo.

Seja o primeiro a comentar esse post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar